O que são influenciadores digitais?

A internet tem tido uma evolução muito significativa e com ela, têm surgido novos modelos de negócio, tecnologias e novos comportamentos que mudaram o quotidiano dos empreendedores e dos consumidores. Uma das evoluções mais evidentes é aumento da importância do usuário.

Um influenciador digital é um indivíduo que se destaca nos meios digitais e que tem um público já fidelizado e muito interativo nas suas plataformas. Tem a capacidade de afetar a tomada de decisão de compra dos seus seguidores devido ao seu prestígio, reconhecimento e poder de influência. Por outras palavras, um influenciador digital é alguém que recebe atenção por parte de uma parcela do mercado em determinada área.

Por norma, o trabalho destas pessoas envolvem passarem várias horas a preparar conteúdo, a publicá-lo e a interagir diretamente com o público. Para uma empresa que venda um novo produto de beleza feminino pode ser muito relevante associar-se a uma influenciadora com o objetivo de dar a conhecer o produto e desta forma, potenciar a notoriedade, reconhecimento e vendas.

Não existe um tamanho certo para um indivíduo ser considerado influenciador. Pode ter milhões de seguidores ou apenas centenas. De acordo com o número de seguidores que possuem, os influenciadores, podem ser considerados:

  • Mega Influenciador – mais de 1 milhão de seguidores.
  • Macro Influenciadores – entre 500 mil e 1 milhão de seguidores.
  • Intermediários – entre 100 mil e 500 mil seguidores.
  • Micro influenciadores – entre 10 mil e 100 mil seguidores.
  • Nano influenciadores – até 10 mil seguidores.

 

Na categoria dos mega influenciadores estão as figuras públicas, na categoria dos macro influenciadores e intermediários estão pessoas com uma grande relevância em determinadas áreas de atividade. Os micro influenciadores e os nano influenciadores são pessoas que trabalham ainda mais influência sobre nichos muito específicos.

São figuras importantes na medida em que existem várias marcas que se associam a estas pessoas através de ações específicas que têm por base o marketing de influência. Procuram que seja aumentada a notoriedade das suas marcas, o alcance, vendas, entre outros objetivos de marketing.

Porém é importante referir que os influenciadores por si só não são sinónimo de influência. Existem pessoas com inúmeros seguidores, que nem sempre têm a verdadeira capacidade de influenciar.

O que caracteriza o grau de influência de uma pessoa é seu bom desempenho em três aspetos-chave, também conhecidos por tripé da influência ou pelos 3R’s do marketing de influência: reach (alcance), relevance (relevância) e ressonance (ressonância).

O alcance diz respeito ao potencial que o influenciador tem quando difunde a sua mensagem. Se o indivíduo tem muitos seguidores é natural que o seu alcance seja maior. Se os seus seguidores também tiverem uma grande rede de seguidores, o alcance ainda se potencia mais abrangendo a mensagem, mais pessoas, na medida em que partilham os post’s.

A relevância é a importância que o influenciador tem dentro do seu segmento de mercado. Neste caso, não importante verdadeiramente o número de seguidores, mas sim a sua capacidade de influenciar e de levar à ação.

A ressonância está relacionada com a difusão da mensagem do influenciador. Isto é, avalia se os conteúdos dele são partilhados e comentados. Avalia o grau das interações realistas.

Podemos ainda categorizar os influenciadores da seguinte maneira:

  • Nativos digitais – são pessoas que se tornaram famosas porque formaram os seus públicos digitais através de Blogs, canal Youtube, Instagram, Facebook, Podcast’s, entre outros.
  • Celebridades – são pessoas que se tornaram famosas através dos mídia tradiconais, tais como a televisão, a rádio, o cinema, entre outros. Aproveitaram a sua popularidade para criar público nas redes sociais.
  • Jornalistas – são bastante conhecidos, adotaram um sistema parecido ao das celebridades.
  • Ativistas – são pessoas que formaram uma audiência porque conseguiram conquistar uma posição de liderança em determinados grupos ou perante causas sociais.

Podem ainda ser:

  • Top Celeb – influenciadores digitais que trabalham temas genéricos. Possuem relevância entre várias áreas de mercado.
  • Fit Celeb – estes são os influenciadores que combinam diretamente com os negócios.
  • Autoridade – são pessoas respeitadas e reconhecidas por serem uma referência em determinado assunto ou questão. Normalmente são pessoas que ensinam os seus seguidores e que já são especialistas em ramos de atividade.
  • Ecossistema – significa que é criada uma rede de influenciadores que produzem e divulgam conteúdo regularmente.
  • Trendsetter – são pessoas que defendem uma causa ou uma ideia.
  • Influenciador interno – são colaboradores que representam a empresa para o mundo exterior. Esta prática é recomendável porque gera um rosto e uma voz para a marca.


Neste artigo, ficaste a saber o que são influenciadores, quais são as suas categorias e quais são os tipos de influenciadores que existem.

Se gostarias de saber como te podes tornar um influenciador, lê o nosso artigo sobre como te podes tornar um influenciador em 7 passos.

Se queres saber mais sobre marketing digital, continua a acompanhar o nosso blog.

Não existem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart